A VACINA CONTRA O CANCÊR CHEGOU! SALVE CUBA!

Cuba acaba de patentear a primeira vacina terapêutica contra o Câncer do pulmão
Dentro em breve, o câncer do pulmão poderá deixar de ser o mais letal de todos os tipos e entrar para a lista das doenças crônicas. A boa notícia vem de Cuba, que acaba de patentear a primeira vacina terapêutica contra a doença. Mais de 1 000 pacientes já estão a receber o novo tratamento.
A descoberta foi anunciada por Gisela González, responsável pelo projeto que desenvolveu a vacina. Em entrevista ao semanário cubano "Trabajadores" - publicada ontem por esse órgão de comunicação da Central de Trabalhadores de Cuba-, a investigadora disse que o objetivo da vacina é transformar o cancro do pulmão numa doença crónica controlável.
De acordo com a investigadora, a vacina foi desenvolvida a partir de "uma proteína que todos temos: O fator de crescimento epidérmico, relacionado com os processos de proliferação celular. Quando há câncer, essa proteína está descontrolada".
Gisela explicou que, como o organismo tolera "aquilo que é seu" e reage contra "o estranho", foi preciso elaborar uma vacina que produzisse anticorpos contra essa proteína, que já é própria do organismo. Outros tipos de câncer também estão em estudo desde o início das investigações há 15 anos. De acordo com a cientista cubana, a vacina foi patenteada após se ter testado a sua eficácia em mais de mil pacientes sem que tenham ocorrido efeitos colaterais.
A patenteação em Cuba permitirá aplicar a vacina maciçamente no país, estando em curso o registro da CIMAVAX-EFG noutros países (entre outros, na Malásia, para venda na Europa).
Segundo Gisela González, a equipe de investigação avalia agora "a forma de empregar o mesmo princípio desta vacina noutros tumores sólidos (cancer da próstata, útero e mama), que podem receber este tipo de terapia. Obtivemos resultados importantes, mas é preciso esperar".
A CIMAX-EFG é indicada para os doentes que terminam o tratamento com radioterapia ou quimioterapia e que são considerados pacientes terminais sem alternativa terapêutica. É nesta fase, pós-tratamentos, que a vacina é aplicada para ajudar a controlar o crescimento do tumor, com a vantagem de não apresentar toxidade associada.

A vacina pode também ser usada como tratamento, de uma doença crônica, já "que aumentará a expetativa e a qualidade de vida do paciente", afirmou a investigadora.
Só em Portugal, o cancer do pulmão mata pelo menos 3.000 pessoas anualmente.
Desde há alguns anos, o trabalho dos investigadores cubanos na área do cancer vem sendo acompanhado pela imprensa internacional, havendo várias referências sobre a descoberta da vacina agora patenteada. 


Cuba pretende melhorar ainda mais a exportação de serviços profissionais

CUBA PROCURA PROMOVER A EXPORTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS, ATUALMENTE SUA MAIOR FONTE DE DIVISAS,
O vice-ministro de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro, Antonio Carricarte, disse que há "infinitas possibilidades" no país nesse setor e o desafio é "unir esforços em uma estratégia global", como citado pela Agência de Informação Nacional (AIN). 
A exportação deste tipo não precisa envolver a transferência de cubanos para outros países na ilha pode ser realizado através da atenção aos estrangeiros interessados ​​em propostas específicas", disse o vice-ministro. Neste contexto se refere a áreas como cultura, educação e pesquisa científica, que em sua opinião seria "fortalecer alianças" com os parceiros interessados ​​", treinamento de pessoal" sobre as especificidades do comércio de serviços, e "certificar" os responsabilidades pessoais e institucionais. 
Carricarte considerou que esta abordagem deve ser ligada ao desenvolvimento comercial alcançado por Cuba na produção de biotecnologia e engenharia genética com tratamentos específicos para doenças como câncer, diabetes e outras. Ele observou que neste momento os serviços de saúde, turismo e outros profissionais são os setores que registraram maior receita em moeda estrangeira para a ilha, mas ressaltou que há muitas condições "para alcançar mais", apenas para "diversificar mercados e identificar" todas as ofertas de cada território. 
Nos últimos anos, Cuba tem uma maior promoção das exportações de serviços, principalmente nas áreas de saúde, educação e esportes, que representam 70 por cento das receitas de exportação da ilha, segundo dados oficiais.
Postar um comentário